Leite e osteoporose

2015-10-18


Ontem no Workshop “Young Again” falou-se de estratégias de combate à perda de massa óssea e perda de massa muscular.
As estratégias osteogénicas incluem necessariamente uma integração de vários aspectos do estilo de vida:
Nutrição
Exercício
Exposição solar
Sono
De entre estes aspectos, salientámos a relação inexistente entre o consumo de leite e a redução de fracturas osteoporóticas. Inclusivé, revimos alguma literatura que indica que a prevalência de fracturas osteoporóticas é menor em paises onde o consumo de leite é menor.
Também revimos a relação entre vitamina D e osteoporose, tal como a acção do exercício na promoção de novo osso e na diminuição da reabsorção óssea.
E que exercício será o mais osteogénico, mais benéfico para combater a perda óssea? Referimos a importância da magnitude da contracção muscular. Pudémos concluir que a musculação tem um efeito osteogénico inegável, principalmente quando combinada com outras actividades, incluindo exercícios com impacto (quando seguros e bem prescritos, adequados aos individuos em questao), treino por aceleração em plataformas vibratórias, equilíbrio e coordenação motora.
O sono, esse aliado da regeneração de todos os processos fisiológicos, é um factor totalmente imprescindível quando falamos de saúde.
Espero por vós no próximo Workshop, que será em breve!